7 dicas que você precisa saber para projetar o banheiro dos sonhos

São muitos os detalhes a serem pensados na hora de construir ou reformar e engana-se quem, neste processo, vê o banheiro como um ambiente fácil de decorar. Já se perguntou a impressão que um banheiro nos deixa ao visitar a casa de alguém ou um estabelecimento comercial? Se sim, com certeza já notou que a organização, harmonia e aspecto de limpeza nos ajudam a construir no imaginário até mesmo as características comportamentais de uma pessoa ou a credibilidade de uma empresa.

Além disso, quanto mais tempo as pessoas passam em suas casas, mais elas percebem como os ambientes impactam no humor, qualidade de vida e no conforto para desempenho de suas atividades. Não é diferente com o banheiro, afinal, nesse pequeno espaço, são muitas as atividades diárias, desde a higienização, o relaxamento após um longo dia de trabalho numa ducha quente ou na banheira, os cuidados estéticos de skin care diários, maquiagem e assim por diante.

Com todas essas funções e impacto direto no emocional dos usuários, o banheiro vem se tornando o protagonista de muitos projetos. As soluções vão desde o minimalismo até o experimental. Por ser um ambiente pequeno, é ideal para uma decoração diferenciada que saia da monotonia, principalmente se o cliente tiver receio de enjoar com as inovações ou extravagâncias. O projeto, contudo, é sempre muito particular à realidade e necessidade de cada cliente, afinal o bom design não é só a estética, mas sim quando ele atinge a funcionalidade adequada.

Pensando nisso, preparamos esse artigo com dicas valiosas para te auxiliar nos projetos de banheiros residenciais, trazendo desde os dados técnicos sobre layout, dimensão, iluminação e materiais adequados, até sugestões criativas de decoração.

Aproveite a leitura!

1. Organizando o layout do banheiro

Não existe uma regra, de fato, para organizar a distribuição dos elementos em um banheiro, salvo no caso da NBR 9050, que trata de banheiro com acessibilidade para pessoas com deficiência. No entanto, há convenções sociais que ditam o layout dos banheiros pensando na privacidade de forma cultural. 

Caso você não saiba, todos os ambientes residenciais no padrão convencional que vemos hoje, vem de um longo processo de adaptação cultural. No caso dos banheiros, primeiramente ficavam separados das casas, todavia, com o avanço na estrutura de esgoto sanitário e a mudança comportamental, é que passaram a compor juntamente com os demais ambientes. 

Ainda em termos culturais, nos banheiros do mundo ocidental, por exemplo, é comum o uso de vaso sanitário para se sentar, já no oriente pode ser utilizado no chão. Até mesmo a organização dos elementos no espaço pode variar. 

Nos Estados Unidos é comum o uso de banheiras. Há outros países em que o vaso sanitário fica em uma sala dividida da área de banho, ou ainda ambos separados da área de lavatório. 

projetos de banheiro
Fonte: GM Apartment - Nildo José

Outra curiosidade, são os bidês muito comuns em residências dos anos 1990 e que caíram em desuso, mas ainda existem locais em que são populares. 

projetos de banheiro
Fonte: Tua Casa

Ainda que esse seja o menor ambiente de uma residência, ele conta com diferentes instalações incidindo no espaço: hidráulicas, elétricas e de aquecimento à gás, as quais requerem um bom projeto de compatibilização para a melhor adequação dos elementos no espaço. Comumente é um ambiente reduzido para poder ampliar o espaço de outros, como os quartos. 

Porém há considerações a serem feitas para que ele funcione minimamente de forma confortável. Nesse sentido, a dimensão ideal inicia nos 2,4 metros quadrados, além disso é preciso escolher as louças com o tamanho adequado à dimensão do banheiro sem comprometer a circulação e a área de box, cuja área mínima é em torno de 0,8 metros quadrados. 

No geral os banheiros possuem lavatório, vaso sanitário e chuveiro. Pensando na movimentação do usuário e na distribuição econômica das instalações, esses elementos costumam ser alocados exatamente na sequência mencionada em uma mesma parede. Outra vantagem de trabalhar nestes moldes é que o banheiro, no formato retangular, tende a se encaixar com maior facilidade nas plantas, por exemplo na sequência lateral do dormitório. 

Também é comum o formato de layout em que o ambiente é quadrado, nesse caso, para acomodar todos os elementos, o box é instalado de esquina. É uma solução quando se tem pouca metragem e o espaço não permite alocações lineares.

projetos de banheiro
Fonte: Archdaily

Além dos cuidados com a circulação e funcionalidade interna, outro cuidado especial, na hora de compor o layout, é atentar para o visual da porta de entrada do banheiro. Nunca coloque o vaso sanitário ou box de chuveiro de frente para a porta, pois a organização dos elementos é fundamental para se ter privacidade. Em casos de pouco espaço, em que isso possa ocorrer, repense a alocação da porta. 

2. Trabalhando com banheiros pequenos

Cada vez mais os apartamentos vêm em formatos compactos, sobretudo os banheiros e assim se tornam um desafio de se projetar. Uma dica ao trabalhar com espaços pequenos, é investir em revestimentos, sejam cerâmicos ou tinta na mesma cor, isso auxilia a expandir o espaço dando a sensação de alongamento. Além da cor, também os formatos retangulares ajudam na percepção de amplitude. 

É interessante optar também por um mobiliário sob medida, compacto, com espelheiras para acomodar mais itens, aliado, se possível, a um projeto de serralheria para a otimização dos metais no ambiente.

projetos de banheiro
Fonte: Pinterest

Outra dica aqui é atentar para o tipo de cuba para banheiro. Dê preferência para as cubas de sobrepor para liberar o máximo possível o espaço de armário, ou então, use cubas de semi encaixe em caso de armários muito estreitos.

projetos de banheiro
Fonte: Pinterest

Em banheiros pequenos, um box de canto pode auxiliar a liberar o espaço. Além disso, o uso de portas de correr tanto no box como na entrada também fazem essa função, facilitando a alocação de móveis e a circulação.

projetos de banheiro
Fonte: Arquiteta Livia Dalmaso

3. Revestimentos para banheiros

Não faltam opções de revestimentos para facilitar o trabalho criativo dos profissionais. Não é de hoje que as cores e os efeitos de textura são aliados nas composições, seja para efeitos monocromáticos ou de alto contraste. 

Ao usar tinta, sempre opte por uma do tipo epóxi, pois são resistentes à água. Para as áreas molhadas como box, é preferencialmente indicado o uso de revestimento cerâmico ou pedra natural ao invés de tinta. Os revestimentos cerâmicos por exemplo, sejam eles porcelanatos, ladrilhos e cerâmicas, são mais fáceis de limpar, possuem maior vida útil e resistência à abrasão.

projetos de banheiro
Fonte: Tua Casa

Em projetos de maior orçamento, o revestimento pode ser feito em pedra natural, mas há cuidados a se ter principalmente com os mármores. É preciso conhecer a porosidade do material, o que indicará a resistência à infiltração e ao aparecimento de manchas. No geral quanto mais claro for o mármore menos resistente à manchas.

projetos de banheiro
Fonte: Tria Arquitetura
projetos de banheiro
Fonte: Galeria da Arquitetura

Evite aplicar papel de parede e tinta comum, bem como peças cerâmicas de pequenos formatos no piso. São produtos que desgastam facilmente pela ação da umidade ou então pela abrasão. No piso, o excesso de rejuntes dificulta a limpeza na superfície e pode necessitar de reparos em curto prazo. Evite ainda o uso de piso polido pois são escorregadios e a aplicação de produtos não indicados como piss laminado, madeira e alguns tipos de piso vinílico.

4. Louças e metais

Também há uma infinidade de design desses produtos no mercado. Há para todos os gostos e orçamento. Mas o que interessa mesmo é que os produtos tenham uma unidade. Por isso, escolha sempre os metais da mesma linha, todos quadrados ou redondos, todos pretos ou cor inox e assim por diante. 

As louças hoje são encontradas em diversas cores e formatos. No geral à elas também se aplicam a mesma ideia de seguir com o padrão de design e cores. 

projetos de banheiro
Fonte: Pinterest

Com o público cada vez mais exigente e com acesso facilitado à informação, os arquitetos e designers de interiores buscam soluções para se diferenciar no mercado de trabalho. Uma delas, é apostar nos projetos de serralheria, substituindo alguns produtos comuns de metais como porta toalhas, porta papel, entre outros. 

5. Tampos e mobiliário

A escolha do acabamento para bancadas em banheiros é sempre uma dúvida de muitos profissionais. Novamente, a possibilidade de produtos é bastante ampla, começando pelas pedras: temos os granitos, mármores e quartzos. No caso de mármores e granitos, prefira os mais marcados e escuros, pois tendem a suportar melhor a possibilidade de manchas. 

projetos de banheiro
Fonte: Studio Colnaghi Arquitetura

Agora, se você procura o branco puro ou cores uniformes, opte pelas superfícies de quartzo, que são compostas com rochas e resinas, sendo altamente resistentes à manchas, infiltração e impactos.

Além dessas opções, o porcelanato em médio e grande formato é um excelente substituto dos produtos anteriores. Isso porque são mais resistentes que as pedras naturais e apresentam padrões que as imitam fielmente. 

Quando falamos em mobiliário, o design pode variar bastante a depender da necessidade de cada cliente, dimensão do ambiente e orçamento. Os acabamentos mais baratos são no padrão melamina. Quando se trata de cor única um bom investimento são nos móveis planejados laqueados. As duas superfícies são resistentes desde que não estejam em contato direto com a água. 

projetos de banheiro
Fonte: Studio Colnaghi Arquitetura

A dica é sempre ter gavetas ou espelheira com prateleira para itens de uso diário e menor dimensão, combinadas com portas ou gavetas maiores para acomodar produtos de limpeza e roupas de banho.

6. Iluminação para banheiro

Em qualquer ambiente, a iluminação tem papel fundamental para realizar as atividades e para passar a sensação de conforto. Olhando para os banheiros, tanto a iluminação natural quanto a artificial são importantes, pois é um local de higienização, de relaxamento e cuidados estéticos. Sendo assim, um projeto luminotécnico pode salvar um banheiro ou torná-lo inadequado, principalmente para os cuidados estéticos, por isso, existem algumas questões que precisam ser consideradas. 

A primeira delas é que, por serem ambientes úmidos, nem todo tipo de lâmpada resiste bem, por isso, opte por lâmpadas seladas, geralmente são do tipo PAR 20, principalmente as alocadas na área do box.

O segundo ponto é a temperatura da cor de luz, o ideal são as lâmpadas de cor fria e neutra, em torno de 4000k. Isso porque as luzes amarelas interferem na percepção de cores do usuário, implicando em alterações no caso de maquiagem, por exemplo. 

Quanto à distribuição das fontes de luz, para fazer a maquiagem, barbear e cuidados de skin care, o ideal é uma fonte de luz frontal, que pode ser feita através de arandelas ou perfis de LED junto ao espelho. A luz geral deve ser ou centralizada, ou distribuída entre a área de lavatório, vaso sanitário e área de box.

projetos de banheiro
Fonte: Marina Carvalho Arquitetura

Como esse também é um ambiente para relaxar, imagine que você está prevendo alocar uma banheira, nesse caso, faz todo sentido propor também uma iluminação focada nessa experiência com luzes mais quentes e difusas.

7. Decoração de banheiro

Engana-se quem pensa que quadros, plantas e adornos são apenas elementos para sala. Todos eles podem ser colocados em banheiros, desde que, claro, haja espaço e complementem de forma harmoniosa. Aqui, entram também as plantas, que são sinônimos de local vivo e de bem estar. Nos banheiros uma boa opção são as que gostam de sombra.

Outro recurso legal em residências é fazer o banheiro voltado para um jardim ou ainda o próprio jardim dentro do banheiro trabalhando transparências zenitais para iluminá-los.

projetos de banheiro
Fonte: Archdaily

Nos itens de decoração menor, podem estar os difusores de perfume de ambiente, acessórios para sabonete, entre outros. A decoração não para por aí, os quadros também são interessantes e quebram a monotonia do banheiro. 

projetos de banheiro
Fonte: Tua Casa

Por fim, cada vez mais os espaços são pensados não só para a função ou estética, mas para serem instagramáveis, para aquela selfie antes de sair de casa. Nesse sentido, apostar nos banheiros é uma boa idéia, são espaços pequenos que geralmente estão fechados e, com isso, o risco de enjoar da decoração é menor. 

Aposte nesse ambiente como protagonista e o torne uma boa surpresa nos seus projetos, traga também para ele a personalidade e o lifestyle do seu cliente. 


Até a próxima,

Equipe Vobi


Referências:

www.vivadecora.com.br

www.archdaily.com.br

www.pinterest.com

www.casacor.abril.com.br

www.redeckersperb.com.br

Continuar lendo

Conteúdos VIP

Faça parte da lista de conteúdos VIP.

Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?