piso vinílico
May 19, 2021

Piso vinílico: conheça a versatilidade do produto e como aplicá-lo em seus projetos

Em uma reforma ou construção há uma infinidade de itens e acabamentos que você, como profissional, precisa escolher e apresentar ao seu cliente. O porquê de determinada escolha, quais as vantagens (sejam estéticas ou funcionais), durabilidade, bem como o motivo desse ser o produto ideal para o projeto. Os tipos de piso selecionados para cada ambiente representam um desses acabamentos que são escolhidos cuidadosamente, afinal, trata-se de uma superfície bastante visível. 

De fato, o piso vinílico tem sido um dos produtos mais aplicados atualmente em interiores de apartamentos, residenciais e comerciais. É tanta a versatilidade que ele passou a ser utilizado também como revestimento para paredes e, não só isso: as vantagens desse produto levou empresas a desenvolverem também o teto vinílico.

Pensando nisso, preparamos esse conteúdo a fim de apresentar as características do piso vinílico, as vantagens de sua utilização, como aplicá-lo e os cuidados com sua limpeza. Vamos começar? 

Aproveite a leitura!

Características do piso vinílico

piso vinílico

O piso vinílico já está há muitos anos no mercado brasileiro, desde a década de 1960 e vem se adaptando tanto na estética como na sua funcionalidade às necessidades atuais dos lares e ambientes de trabalho. É um piso fabricado a partir do PVC, compostos plastificantes, minerais e outros aditivos. São muitas as opções de aparência e aspecto desse material, você pode encontrá-lo em padrões que se assemelham à estética de um carpete ou tapete, em padrões madeirados, que imitam pedra ou concreto ou ainda coloridos. 

Dentro dessas opções, os formatos também variam bastante em função dos modelos. Entre os padrões que podem ser encontrados no mercado estão: o piso vinílico em manta, em placas e em réguas. Por isso, são vistos como bastante versáteis, visto que oferecem possibilidades variadas de aplicação para os diversos tipos de projetos residenciais e comerciais. Além disso, foram desenvolvidos pensando na saúde e conforto do usuário.

Abaixo, é possível conferir uma lista de características do produto para que você possa conhecê-lo melhor:

Antialérgicos

O piso vinílico possui compostos que não são tóxicos ou nocivos às pessoas alérgicas, por isso, são uma boa escolha para ambientes que tenham crianças e pets. 

Resistentes

O piso é uma superfície de uso diário e precisa ser resistente, ninguém troca o revestimento a cada dois anos porque ele não aguentou o fluxo do tráfego no interior de uma residência, certo? Nesse sentido, o piso vinílico se mostra bastante resistente e durável, principalmente a riscos e manchas, desde que tenha uma manutenção adequada.

Versátil nas combinações

Como já mencionado, o piso vinílico vem em diferentes padrões de texturas, formatos e pode ainda ser customizável, ou seja, arquitetos e designers de interiores podem elaborar paginações variadas com o recorte desse material possibilitando diferentes tipos de combinações para adequar aos demais elementos do projeto.

Conforto térmico e acústico

Se você já andou sobre um piso vinílico sabe que ele proporciona uma sensação de maciez, absorvendo os impactos das caminhadas, emitindo menos ruídos. Ademais, possui propriedades térmicas, ou seja, não é influenciado pela temperatura exterior. Sendo assim, não superaquece e nem esfria, mantendo o conforto em todas as estações do ano.   

Produto de baixo custo

Com exceção do piso laminado, quando comparado com outras opções de revestimento disponíveis no mercado, o piso vinílico possui um custo mais baixo em relação ao piso cerâmico, piso porcelanato e pisos de madeira natural. 

Em adição, possui mais rápida e fácil instalação, podendo logo ser liberado para o tráfego. Além de permitir ser aplicado sobre pisos existentes. 

Limpeza simples

O piso vinílico possui baixa manutenção e, por se tratar de um produto antialérgico, inibe o acúmulo de bactérias, portanto, sua limpeza é bastante simples: um sabão neutro e água já são o suficiente. O procedimento indicado é varrer ou aspirar bem a superfície e fazer a limpeza com pano úmido, essa instrução vale para todos os seus modelos. 

É contra indicado esfregá-lo, utilizar produtos de limpeza abrasivos e compostos concentrados. Para a remoção de manchas, não é indicado utilizar produtos solventes, a maioria dos fabricantes garante que o sabão neutro dá conta do recado. 

Além disso, não é indicado aplicar água em excesso para a limpeza, pois pode danificar o produto quando for recorrente ou descolar dos adesivos e colas utilizados em sua aplicação. Diferente dos pisos de madeira e com compostos de madeira, como o laminado, o piso vinílico não necessita a aplicação de ceras e polimentos. 

Espessura que facilita a aplicação

O piso vinílico é fabricado em uma espessura bastante slim, entre 2 a 5 mm, por isso se torna uma boa escolha no caso de uma reforma em que já exista um piso. Ele pode ser aplicado sobre o existente, sem a necessidade de maiores ajustes para manter o nível dos ambientes e a abertura de portas funcionando.

Cuidados com a manutenção 

Por ser bastante resistente, o piso vinílico demanda pouca manutenção, desde que respeitadas as indicações de instalação de cada fabricante e cuidados adequados com a limpeza. Mas, em caso de alguma peça do piso no formato de placas ou réguas sofrer alguma avaria, não é necessário trocar todo o piso, você pode simplesmente trocar a peça que foi danificada. 

Tipos de piso vinílico

piso vinílico

Existem 4 tipos principais de pisos vinílicos que se destinam a diferentes finalidades dentro de um projeto, seja por questão estética, conforto ou por custo de investimento.  

Piso vinílico tipo manta

piso vinílico

Esse foi o primeiro modelo de piso vinílico a ser comercializado. Há 30 anos atrás já era bastante utilizado nas residências. 

Dos quatro tipos, esse é o mais barato e é comercializado em rolo por metro. Pode ser instalado em diversos ambientes, porém, possui menor resistência em função de sua maciez, se comparado aos outros formatos. 

A movimentação de móveis, proximidade com áreas de calor (como um fogão à lenha) e até mesmo o uso de salto alto, podem danificar mais facilmente o produto, provocando riscos e furos. Por essa razão, a maioria dos fabricantes indica o piso vinílico em manta para espaços como dormitórios infantis e áreas de baixa circulação. 

A manta vem nas mais diversas variedades de impressão, podendo imitar piso cerâmico, piso de taco de madeira, piso de granilite, entre outros. No entanto, não possui textura em relevo e o acabamento é feito com uma capa lisa. 

Piso vinílico tipo placa

piso vinílico

Nesse padrão, o piso vinílico é um pouco mais resistente do que o anterior. Os formatos variam conforme o fabricante, mas são facilmente encontrados padrões de placas iniciando em 30x30 cm até 100 x100 cm.

Esse modelo, assim como o em manta, não possui aplicação de textura em relevo. O acabamento é simples, no entanto, trata-se de um material mais rígido e, dependendo do impacto sobre ele, pode sofrer fissuras. Ele também está entre os tipos de menor custo para investimento. 

Piso vinílico tipo régua colada 

piso vinílico

O piso vinílico em régua colada é flexível, mas possui alta resistência. Diferente da placa e da manta, ele suporta bem as movimentações que podem ocasionar riscos ou furos. É um produto com maior rigidez e seu acabamento também é de melhor qualidade em relação aos anteriores. Esse padrão já possui a aplicação de texturas em relevo, que no caso de pisos imitando o amadeirado, o deixa bastante próximo de um aspecto original. 

Piso vinílico em réguas tipo click

piso vinílico

É a evolução do modelo anterior. Nesse padrão, o piso vinílico também possui a característica de régua flexível, com a aplicação de textura em relevo em excelente acabamento de superfície. O diferencial fica por conta da sua instalação, feita através de um sistema de encaixe do tipo macho - fêmea. Esse tipo de encaixe proporciona maior qualidade estética e funcional do acabamento. 

Em relação aos anteriores, este possui algumas vantagens em especial: a primeira é que, por não utilizar cola ou adesivos, dispensa o período de secagem para a utilização, assim que instalado já pode haver circulação sobre ele; a segunda é que as peças não sofrerão o deslocamento em função de choques de temperatura, umidade ou imperfeição na superfície do piso em que foi assentado; por último, ele permite ser removido sem possíveis danos às peças e ser reaplicado em outro local.

Com essas vantagens, você já deve ter percebido que o preço desse produto é maior do que os modelos anteriores, mas, ainda assim, é o mais vantajoso em termos de qualidade, sendo um ótimo substituto do piso em madeira e do piso porcelanato.

Como instalar um piso vinílico

Imagine um cliente chegando até você e solicitando um projeto de reforma em que será preciso trocar o piso. Quão trabalhoso será remover um piso cerâmico, em porcelanato, ou até mesmo de madeira antiga, não é? 

É nesse momento que o piso vinílico entra como um aliado na agilidade e qualidade de solução, pois, de um modo simples e rápido, podem ser aplicados sobre pisos existentes facilmente. No entanto, para ser aplicado sobre outros pisos, é preciso conferir o nivelamento, dado que possíveis ondulações poderão trazer um prejuízo em sua aplicação, pelo fato de possuir um limite de flexibilidade que não se adequa a determinadas imperfeições e buracos. A presença de desnível na superfície em que ele será aplicado, pode ainda ocasionar o deslocamento de placas, réguas e da manta, mesmo que sejam colados.

A segunda questão a se considerar, seja na aplicação em contra piso ou piso existente, é a limpeza da superfície, principalmente nos tipos que são aplicados com cola e adesivos.

piso vinílico

 

Como você pôde observar, são quatro tipos diferentes de piso vinílico e, portanto, há particularidades na instalação de cada um. Nos três primeiros modelos: em manta, em placa e em régua colada, a fixação pode ser feita tanto sobre um contrapiso de concreto, quanto sobre um piso existente. Estes possuem também boa aderência sobre a cerâmica e pedras polidas. 

Algumas placas e réguas são autocolantes, ou seja, possuem uma película adesiva na face a ser aplicada. Em outros casos, é preciso passar uma cola para fixação e o ideal, nesse caso, é aplicar a cola conforme o assentamento das peças, visto que existe um limite de contato dessa cola com o ar, que é em média 30 minutos para que ela desempenhe uma boa aderência.

Já quando se trata do piso vinílico tipo click, é necessário somente promover o encaixe da peça sem o uso de cola ou adesivos.

Além destas recomendações, é fundamental, assim como em qualquer piso, projetar a paginação da instalação para o melhor efeito estético e para evitar desperdício de material. Seu acabamento final também requer a aplicação de rodapé.

A versatilidade deste material permite outros usos criativos, seja em ambientes residenciais, comerciais ou corporativos. Por se tratar de um produto desenvolvido especialmente para os interiores, pode ser aplicado também em paredes, de preferência os formatos em placas e réguas coladas. 

Com a paginação idealizada pelo profissional, pode-se criar efeitos de continuidade entre piso e parede. As peças em régua podem ser utilizadas para criar cabeceiras e painéis variados, desde que, assim como na superfície do piso, sejam aplicadas sobre áreas niveladas e limpas. A vantagem da aplicação do piso vinílico em paredes além de um ambiente esteticamente diferenciado, são as propriedades térmicas já mencionadas, tornando o espaço mais aconchegante. 

piso vinílico

Uma última possibilidade de aplicação é nos forros. Atualmente alguns fabricantes já têm desenvolvido produtos com acabamento especialmente para a aplicação em forros de ambientes internos. 

Apesar de mencionarmos que sua aplicação é de maneira simples, o ideal é sempre realizá-la através de um profissional capacitado para garantir a qualidade no acabamento e prevenir as eventuais situações, como o descolamento de réguas aplicadas em paredes.

Vantagens e desvantagens do piso vinílico

Assim como todo o produto, o piso vinílico possui suas vantagens e desvantagens de aplicação a depender da finalidade do projeto e do ambiente.

Vantagens

✔️ São superfícies antialérgicas;

✔️ Possui variedade de padrões;

✔️ Possibilita diferentes tipos de aplicação;

✔️ Possui tipos com grande resistência à impactos;

✔️ Possui diferentes texturas e acabamentos;

✔️ Propicia conforto térmico e acústico; 

✔️ É um produto de baixo custo se comparado às madeiras naturais, pedras e porcelanatos;

✔️ É de rápida e fácil instalação; 

✔️ A limpeza é simples;

✔️ É de fácil manutenção;

✔️ Pode ser aplicado sobre pisos existentes;

✔️ É produzido em espessura compatível para aplicação em pisos existentes sem comprometer a abertura de esquadrias.

Desvantagens 

❌ As variações bruscas de clima podem ser agressivas à propriedades vinílicas ocasionando, por vezes, a expansão e retração do produto prejudicando a estética;

❌ Não é indicado para áreas molhadas como banheiros e lavanderias;

❌ Não é indicado sua aplicação em garagens; 

❌ É um produto somente de uso interno, não sendo indicado para áreas externas no geral;

❌ Não deve ser aplicado em varandas abertas de apartamentos;

❌ Sua durabilidade é inferior aos pisos de porcelanato, madeiras naturais e cerâmicas, tendo em média 15 anos de vida útil;

❌ Possui menor resistência à riscos e furos do que pisos laminados, porcelanatos e cerâmicas;

❌ As cores do produto podem desbotar com a incidência direta e constante da luz solar;

❌ Ainda que o produto tenha boa resistência à umidade, não deve ficar submerso ou com pontos de água parada; 

❌ Necessita de nivelamento para aplicação em pisos existentes que possuam irregularidades;

❌ Para um acabamento de qualidade é indispensável que a aplicação seja feita por mão de obra especializada. 

Agora que você já conhece todas as possibilidades de aplicações, vantagens e restrições do piso vinílico, basta adequá-lo às necessidades dos seus projetos e clientes.

 

Até a próxima,

Equipe Vobi

 

Referências:

www.obramax.com.br

www.durafloor.com.br

www.tarkett.com.br

www.interfloor.com.br

www.casat.com.br

www.pequenasreformas.com.br

www.acarneirohome.com.br

Continuar lendo

Conteúdos VIP
Faça parte da lista de conteúdos VIP.
Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?