Estilo Vintage na decoração e suas principais características

A decoração vintage vem conquistando cada vez mais seguidores com o passar dos anos. A verdade é que quase todo mundo já teve algum móvel ou eletrodoméstico fruto de herança do avô ou bisavô e sem saber como incluí-lo na decoração acabou deixando-o de lado, não é mesmo? 

Buscar elementos que lembram a estética do passado é tendência na decoração desde sempre.

A fim de conhecer seus principais elementos, suas funções e um pouco da sua história, elaboramos este artigo, onde você irá encontrar:

Aproveite a leitura!

Estilo vintage: o que é?

A palavra Vintage é de origem inglesa, usada para definir algo clássico, antigo e de excelente qualidade, que é trazido de volta à tona nos dias de hoje, sendo assim incorporado à atualidade. 

Por curiosidade, no século XVIII, vintage passou a significar “ano em que foi feito um vinho”

Seu conceito deriva-se de referências a períodos passados, remetendo às décadas de 1920 a 1980, podendo ser associado a qualquer objeto, como roupas, móveis, automóveis, motos, discos, entre outros. Trata-se de uma fusão de diversos estilos, que podem imprimir uma personalidade suave e nostálgica ao ambiente.

Assim como acontece com a moda, neste tipo de decoração é comum que sejam usados móveis que podem ter sido recuperados ou restaurados, mas que não sofreram nenhum processo de modernização em seu estilo.

A decoração vintage possui um ar mais sóbrio, clássico e até mesmo bucólico. O uso de estampas clássicas, tons envelhecidos, móveis de madeira, tapetes e objetos encontrados em antiquários fazem parte de suas características.

Diferenças entre decoração vintage e retrô

Retrô, antigo e vintage são expressões comumente usadas para designar estilos ou peças usadas na decoração de um ambiente. Cada vez mais, eles têm recebido uma leitura contemporânea por designers de móveis e produtos, mas é bom saber que cada uma tem uma definição e faz referência a um elemento diferente. 

Na decoração vintage, tanto móveis quanto peças do mobiliário, como sofás, poltronas, cristais, luminárias, eletrodomésticos, entre outros, são originais da época, podendo assim ser encontrados e até garimpados em antiquários. Além disso, considera-se algum objeto ou roupa como vintage quando estes têm no mínimo mais do que 20 anos de idade e menos de 100. Ou seja, para ser classificado como tal, o elemento, então, deve estar nessa faixa de 80 anos.

Artigos dos anos 80 e 90 podem também ser classificados como "novo vintage", enquanto que artigos com pelo menos 50 anos são categorizados como "verdadeiro vintage". 

De acordo com esta classificação, objetos que já possuam mais de 100 anos são caracterizados como antiguidades. Portanto, a cada ano que passa um novo objeto ou móvel pode receber o título centenário e se tornar uma antiguidade.

Tanto o antigo como o vintage envolvem peças originais.

Já a decoração retrô, faz menção a peças novas que foram inspiradas em épocas passadas, ou seja, é caracterizada por ser um estilo de releitura das décadas anteriores. Sendo grande parte dos objetos e móveis utilizados nos dias de hoje inspirados no design de produtos criados, principalmente nas décadas de 1950 e 1960. Algumas peças retrô são mais encontradas, como eletrodomésticos coloridos, como geladeiras e batedeiras, além de telefones e móveis com pés palito.

Como surgiu o estilo vintage na decoração

O estilo vintage apareceu surgiu como resultado da segunda guerra mundial e é caracterizado por tudo o que compunha a decoração das casas no período entre 1920 e 1980.

As dificuldades do durante e pós-guerra contribuíram para que a população, naquela época, criasse o hábito de consertar objetos antigos e mobiliários usados da família, assim como valorizar trabalhos feitos à mão como a técnica patchwork e o crochê. 

Criando, assim, o estilo vintage, que significa "vinho do porto" e passa a ideia de que quanto mais antigo melhor.

Principais características da decoração vintage

Não é necessário gastar muito dinheiro para ter uma decoração vintage. O destaque fica por conta dos detalhes e os objetos que funcionarão como peças-chaves dentro do ambiente. Os móveis caracterizados como vintage podem ser encontrados em vendas de garagens, antiquários e até mesmo herdados pela família.

Dentre as suas principais características estão:

1. Cores neutras e tons pastel

Uma das principais características do estilo vintage são os tons pastéis. Na decoração, as cores como rosa queimado, lilás, salmão, azul-turquesa e verde-água são muito utilizadas. Essas tonalidades podem ser complementadas por objetos com acabamento dourado ou acobreado.

Para manter a delicadeza do estilo, aposte nas cores neutras também, quando quiser cobrir grandes superfícies, como os pisos, tetos e paredes da casa. Bege, marrom, branco e cinza-claro são excelentes opções, e podem aparecer tanto na forma de pintura, quanto em revestimentos.

2. Estampas florais

A estampa floral tem forte presença nos ambientes vintage e se faz muito presente nos papéis de parede deste estilo.

Outras estampas que costumam se encaixar no estilo são os arabescos e alguns padrões geométricos delicados, feitos a partir de linhas curvas e traços suaves.

O segredo é escolher uma superfície bastante visível no ambiente e que possa se tornar destaque com a aplicação dos desenhos. Para completar esse visual romântico, adicione vasinhos com ramos de trigo ou folhagens pela casa.

3. Mobiliário em madeira

Nada é mais a cara do vintage que um belo móvel de madeira natural. Principalmente se for antigo, herdado pela família ou garimpado em antiquários. Uma raridade como essa deve ser aproveitada na decoração da residência.

“Na hora de adquirir móveis, dê preferência para aqueles com ângulos bem marcados e formas arredondadas. Modelos com pés de palito, puxadores trabalhados e detalhes esculpidos já viraram tendência, afinal, lembram muito as décadas passadas.”

4. Objetos e acessórios antigos

É difícil encontrar objetos originais de décadas passadas nas lojas comuns. Por isso, a saída é procurar itens em antiquários, bazares e brechós. 

Se você pretende investir no estilo vintage para sua casa, é interessante buscar acessórios para todos os cômodos, portanto, pense em utensílios de cozinha, porcelanas, luminárias, cristais, telefones antigos, relógios, aparelhos, quadros e porta-retratos.

Objetos metálicos, com acabamento prateado, dourado e acobreado são perfeitos para uma decoração vintage. Melhor ainda se eles apresentarem detalhes desgastados, a exemplo de um espelho oxidado (com manchas escuras) nas bordas.

5. Iluminação adequada

Parte do aconchego transmitido nos ambientes vintage é obtido com o uso correto da luz. Nesse estilo, lâmpadas brancas devem ser evitadas para não criar um aspecto monótono ou artificial. O conforto visual pode ser garantido se você investir na iluminação indireta, com feixes de luzes distribuídos em vários pontos da casa.

Vale usar lustres pendentes, arandelas, abajures e para completar, utilize candelabros e lamparinas que, ao trazerem o elemento fogo, deixam o espaço mais elegante e acolhedor.

Conclusão

Embora englobe diversas décadas e, por isso, tenha variações, a decoração vintage tem características bem marcantes.

A primeira delas é o uso de móveis e objetos realmente antigos. Esse estilo também é caracterizado por algumas cores, principalmente tons da paleta romântica, como o rosê, o creme e as cores amendoadas.

Se tentarmos caracterizar o estilo vintage por décadas, podemos fazer a seguinte distinção:

  • os anos de 1920 e 1930 são marcados por móveis escuros e detalhes barrocos
  • as décadas de 1940 a 1960 remetem ao romantismo e à elegância
  • já às décadas de 1970 e 1980 são alegres e vibrantes

O estilo vintage possibilita a criação de um ambiente novo, muitas vezes com objetos que já possuíamos em casa. O uso de peças autênticas, por exemplo, pode ser combinado a uma proposta contemporânea. Dosar essa decoração com equilíbrio, com certeza, resultará em um projeto sofisticado e cheio de memória, fazendo com que não pareçam datados ou exageradamente temáticos.

Leia mais sobre estilos de decoração:

Decoração escandinava

Decoração rústica

Decoração industrial

Decoração Contemporânea

Inspirações

Por fim, separamos algumas inspirações para auxiliar na hora de realizar um projeto utilizando o estilo vintage na decoração. Confira abaixo a seleção de ambientes:

sala de estar decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Vogue
cozinha decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Simplichique
sala de estar decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest
banheiro decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Abril
sala de estar decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa e Jardim
quarto decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Lory at Designthusiasm
banheiro decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Abril
sala de jantar decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Architectural Digest
home office decoração vintage
Fonte: Divulgação/Pinterest - Mujer de 10

E não se esqueça de conferir nossa pasta de inspirações no Pinterest.

Moodboards Vobi

Gostou? Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nosso conteúdo semanal.‍

Até a próxima,

Equipe Vobi

 

Referências:

www.vivadecora.com.br

www.estadao.com.br

www.casavogue.globo.com

www.westwing.com.br

www.significados.com.br

www.blog.lineabrasil.com.br

www.casacenario.com.br

Conteúdos VIP

Faça parte da lista de conteúdos VIP.

Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?