fotografia de interiores usando o celular
Marketing
May 19, 2021

Fotografia de interiores usando o celular

Um dos maiores obstáculos que um arquiteto ou designer de interiores pode ter em sua carreira é a de divulgar os seus trabalhos por meio de um portfólio profissional. Isso porque, na maioria das vezes, o portfólio requer fotos dos projetos em boa qualidade.

Que a fotografia sempre exerceu um papel fundamental na estratégia de marketing dos profissionais de arquitetura e interiores, isso é um fato. Porém, com o crescimento das redes sociais, ter boas fotos de interiores para alimentar o feed com frequência é o que fará com que você se destaque perante a concorrência. A necessidade de se ter um posicionamento online e marketing digital do seu negócio também se intensificou durante a pandemia.

Porém, igualmente em meio a pandemia é que muitos profissionais se viram impossibilitados de contratar um fotógrafo para tirar fotos de seus projetos mais recentes. Se este é o seu caso, saiba que é possível obter bons resultados utilizando apenas a câmera do seu celular.

Aprenda nesse artigo algumas dicas simples e práticas de fotografia de interiores:

Aproveite a leitura!

Qual câmera usar?

A pergunta que não quer calar é: qual a melhor câmera para fotos de arquitetura e interiores?

Pois saiba que a melhor câmera é aquela que você tem.

Isso mesmo! Se você não possui uma câmera profissional, não tem problema. O importante é arregaçar as mangas e começar a fotografar. Afinal, a prática leva a perfeição. As principais estratégias para se obter uma foto de alta qualidade são simples e de graça. Portanto, sem desculpas, vamos começar!

1. Dedique um tempo para tirar as fotos

O primeiro passo é ter em mente que é preciso separar um tempo para fazer as fotos, e no começo isso pode demorar mais do que o esperado, mas não desista! É fundamental encarar a fotografia como uma etapa importante do seu trabalho, assim como elaboração de projeto, acompanhamento de obras e afins.

Até porque, de nada adianta ter gasto horas e horas do seu trabalho desenvolvendo um projeto incrível, para na hora de divulgá-lo, as fotos não conseguirem transmitir a mesma impressão ao seu público.

O principal é treinar o seu olhar. Se inspire nos profissionais que você admira, observe como são feitas as fotos, os ângulos, enquadramentos, cores utilizadas.

“É preciso usar a criatividade para transmitir informações importantes do projeto por meio da fotografia.”

Desperte a curiosidade dos seus espectadores através das fotos e aproveite para  contextualizar e contar um pouco da história do projeto. 

2. O ambiente a ser fotografado deve estar limpo e organizado

Agora partimos para as etapas mais práticas, e a primeira delas é limpar e organizar o ambiente antes de fotografá-lo.

Pode parecer insignificante, porém para passar uma boa impressão, é preciso que o ambiente esteja impecável.

O ideal é remover objetos pessoais e de uso cotidiano que ficam espalhados pelo ambiente. Por exemplo, ao fotografar um banheiro, não deixe à mostra shampoos e condicionadores de marcas, escova de cabelo…Mas calma, o ambiente também não deve ficar vazio.

Para não cair na armadilha de uma foto sem graça, crie camadas que ajudem a trazer mais vida à composição. É aí que entra a chamada “produção”. Para a foto, acrescente vasos, plantas, almofadas, mantas, tapetes, quadros e acessórios que componham o ambiente de maneira equilibrada. 

Dica bônus: Se o cômodo tiver portas ou divisórias, bata fotos com elas abertas e fechadas para mostrar a interação entre os ambientes. 

Ah! E não se esqueça de tirar os amassados dos tecidos.

3. Use a luz a seu favor

A palavra “fotografia” tem origem do grego e é formada a partir da junção de dois elementos: phos ou photo, que significa “luz”, e graphein, que quer dizer “marcar”, “desenhar” ou “registrar”. Ou seja, literalmente, sem luz não há foto.

A luz pode dar ao mesmo ambiente uma aparência completamente diferente. Dessa forma, a dica é dar preferência à luz natural, pois ela mantém as cores mais fiéis à realidade, visto que a luz artificial pode alterar para mais amarelada, mais azulada, etc. 

O ideal é aproveitar a luz da manhã e do final de tarde,  pois esse tipo de iluminação traz um equilíbrio maior entre a área externa e interna. Tome cuidado com a luz do sol, ela pode criar linhas e sombras em lugares indesejados. Utilize apenas quando ele fizer parte do projeto. Do contrário, os dias nublados são perfeitos, por apresentarem uma luz mais difusa.

Dica bônus: Para fazer fotos contra a luz, habilite a função HDR na câmera do celular. Este recurso produz duas fotos e faz a fusão delas para que tenha nitidez dentro e fora do ambiente.

Já se a luz estiver muito forte, é preciso fazer a compensação de exposição. Para isso, basta clicar em algum ponto da tela do celular e segurar. Depois, deslize para cima ou para baixo para equalizar a quantidade de luz.

4. Encontre o ângulo e defina o enquadramento ideal

O ângulo ideal vai depender de muitas coisas, mas geralmente, o frontal rende bons cliques. No entanto, é fundamental entender as técnicas de proporções dos elementos para escolher o ângulo mais bonito. Como por exemplo, a regra dos terços.

A regra dos terços é uma das estratégias de composição fotográfica mais importantes. A partir dela, escolhemos onde posicionar os objetos, norteando assim o enquadramento. 

“Se caracteriza em dividir uma imagem em duas linhas horizontais e duas linhas verticais, em que os 4 pontos de interseção dessas 4 linhas são os pontos onde os nossos olhos têm maior atenção. Em alguns casos, manter o assunto principal da foto em algum desses pontos chamará mais a atenção, ou seja, um assunto centralizado não significa uma foto mais equilibrada.”
regra dos terços

Hoje em dia, as câmeras dos celulares já vêm com essas linhas no visor para ajudar na hora do clique. Basta ativar as linhas de grade. Os pontos importantes da sua foto devem ficar em alguma dessas 4 convergências. Se existirem linhas na imagem (como a linha do horizonte), dê preferência em posicioná-las rente à alguma linha do jogo da velha. Pode-se também criar um equilíbrio colocando os objetos principais a um terço das dimensões do quadro.

regra dos terços
Fonte: Swoon Worthy
regra dos terços
Fonte: Swoon Worthy

Dica bônus: Lembre-se de manter o celular reto e plano em relação a cena fotografada para que os ângulos não fiquem distorcidos. Se houver uma linha do horizonte, certifique-se de que ela esteja totalmente reta. Depois, parta para as linhas verticais e repare se elas estão retas e paralelas.

Para facilitar, use um tripé. Caso não possua um, é possível usar um aplicativo de nível no próprio celular, para garantir que tudo esteja nivelado.

5. Dê preferência para fotos na altura do espectador

No caso da fotografia de interiores, dê preferência para fotos na altura do espectador. Isso transmite estabilidade e a visão do ambiente fica mais ampla, os detalhes mais destacados e agradáveis ao observador. Evite fotos tiradas de baixo pra cima e vice-versa, pois podem distorcer a perspectiva. Claro que existem exceções para fotos de detalhes.

6. Tenha uma variedade de fotos do mesmo ambiente

E por falar em detalhes…

Na hora de montar o seu portfólio é interessante misturar fotos de ângulos mais abertos e fotos de detalhes. Dessa forma, você conseguirá uma grande variedade de cliques em um ambiente só.

Ao fotografar um quarto de casal, além das fotos mostrando o ambiente como um todo, você pode também dar um close na mesa de cabeceira, fazendo uma composição aconchegante mostrando o abajur e detalhes da marcenaria, por exemplo.

Essa também é uma ótima estratégia de postagem para as redes sociais. Primeiro publicar fotos de detalhes que instiguem a curiosidade do espectador inicialmente e só depois revelar o projeto por completo. Assim, você gera uma expectativa em seu público e os mantém engajados. 

7. Edite a sua foto

É claro que a foto perfeita nunca (ou quase nunca) irá acontecer. Não se frustre, é pra isso que serve a edição.

Dentro de uma única foto é possível obter várias outras, utilizando apenas a ferramenta de corte. Sabemos que cada rede social possui um diferente tipo de formato que melhor se adequa, seja horizontal, vertical ou quadrada. Mas nem sempre é preciso tirar uma foto para cada situação. Veja o exemplo abaixo:

fotografia de interiores horizontal
fotografia de interiores vertical
fotografia de interiores quadrada
“Fuja dos filtros prontos dos aplicativos, procure usar os efeitos básicos de edição. No instagram o “Ajustes” ajuda a deixar todas as linhas retas, corrigindo a perspectiva da imagem. Adicionar um pouco de contraste e saturação torna as fotos mais vivas, mas tome cuidado para que o efeito não fique exagerado. E acrescentar um pouco de nitidez para finalizar a fotografia aprimora sutilmente a aparência das fotos na tela dos smartphones.”

Dica bônus: Tente usar o mesmo método de edição para as fotos. Isso fará com que você crie uma identidade visual e as pessoas reconheçam com mais facilidade uma foto sua.

Crie seu portfólio online na Plataforma Vobi

Vimos ao longo deste artigo que a fotografia tem um papel importantíssimo na divulgação e diferenciação do trabalho do arquiteto e designer de interiores. Engana-se quem acha que o portfólio é apenas aquele que você imprime. As redes sociais, blogs, sites, e toda forma de divulgação online também fazem parte do seu portfólio.

Ter fotos de qualidade para utilizar tanto no seu site profissional quanto nas suas redes sociais é uma decisão de marketing. Arquitetos e designers, além de usar a Vobi para gerir os seus projetos, podem usar a ferramenta “Meu Site” e criar de maneira descomplicada e rápida o seu portfólio online. 

Com a ferramenta “Meu Site” é possível:

👉 Deixar seu site com a sua cara adicionando a sua logo;

👉 Adicionar as fotos dos seus projetos e montar um Portfólio completo;

👉 Contar mais sobre sua carreira e sobre seu time;

👉 Disponibilizar suas formas de contato para que seus clientes possam encontrá-lo facilmente;

👉 Sincronizar a sua conta do Instagram com seu site para atualização automática;

👉 Personalizar seu domínio (o link do seu site) com o nome do seu escritório;

👉 Atualizar seus dados sempre que precisar.

Tudo isso, sem custos adicionais!

ferramenta meu site Vobi

Agora que você está convencido dos benefícios que essa solução pode trazer, que tal implementar a ferramenta "Meu Site" no seu negócio?

Os melhores escritórios já utilizam a Vobi, você vai ficar para trás? Solicite um convite.


Até a próxima,

Equipe Vobi


Referências:

www.houzz.com

www.arquiteturaup.com.br

www.vivadecora.com.br

www.photopro.com.br

www.dicasdefotografia.com.br

Continuar lendo

Conteúdos VIP
Faça parte da lista de conteúdos VIP.
Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?