A importância do moodboard nos projetos de arquitetura e interiores
Marketing
May 19, 2021

A importância do moodboard nos projetos de arquitetura e interiores

Você, arquiteto e designer, com certeza já ouviu falar do Moodboard, também conhecido como Painel Semântico, não é mesmo?

O moodboard é uma excelente ferramenta para estimular o desenvolvimento de conceitos e ideias, além de ser ideal para imprimir a essência de um projeto. Ele encontra-se logo na primeira etapa de atendimento, após o fechamento com o cliente, e segue de mãos dadas com a elaboração do Briefing.

Um dos grandes erros cometidos por profissionais, está no fato de acreditarem que um bom Briefing será suficiente para avançar à etapa de elaboração do projeto. Em um processo criativo eficiente, ambas as ferramentas são indispensáveis e complementares, pois através das respostas obtidas, será possível orientar o processo de criação e traduzir o que antes eram apenas palavras, em algo mais visual.

E se você ainda não leu o nosso artigo sobre Briefing, basta clicar aqui para entender melhor. Neste artigo, iremos nos aprofundar no tema “A importância do moodboard nos projetos de arquitetura e interiores”, onde trataremos sobre os seguintes assuntos:

Aproveite a leitura!

O que é um moodboard?

Ao traduzir livremente o termo em inglês, onde mood significa humor e board significa painel, pode-se obter a expressão “painel de humor”.

De forma geral, o moodboard é uma espécie de mural que pode ser composto por  paleta de cores, tipografias, estampas, texturas e imagens que expressam a alma do projeto, a fim de criar uma identidade visual, determinando o tom que o projeto deve seguir.

“Sabe aquele processo de brainstorming para definir o caminho a se seguir no projeto? Onde você vai buscar referências e ideias, salvando alguns links nos favoritos? Esse é o ponto de partida.”

Trata-se de um recurso bem comum e muito utilizado em diversas áreas como design gráfico, publicidade, arquitetura, design de interiores e moda.

Qual o objetivo de um moodboard de arquitetura e interiores?

Um dos principais objetivos de um moodboard de arquitetura e interiores é ajudar na definição do estilo do cliente e traduzir visualmente o clima e a atmosfera que deseja-se que o ambiente transmita.

“O moodboard, então, entra para ajudar na definição dos aspectos que transformam um projeto em algo singular. Ele é a base para entender as cores, os elementos gráficos, o direcionamento visual e qualquer outra definição necessária para criar conceitos criativos.”
moodboard

Por que devo criar um moodboard para o meu projeto?

Criar um moodboard é essencial para manter o foco do projeto e garantir que o resultado final sairá de acordo com o planejado. Todo arquiteto e designer, provavelmente, já teve dificuldades com a comunicação ao tentar explicar suas ideias ao cliente. Veja se esse cenário lhe parece familiar:

Você trabalhou e dedicou muitas horas para criar aquele conceito matador para o design do seu cliente, mas acabou ouvindo que não era o que ele esperava. Então, surgem os questionamentos: “Mas como? Ele disse que queria um projeto minimalista, exatamente como eu fiz!”.

Pois é...por isso, tenha sempre isso em mente:

“Duas pessoas podem dizer exatamente a mesma coisa, porém com significados completamente diferentes.”

É muito fácil interpretar mal as expectativas de outra pessoa, principalmente se ela não foi muito precisa em suas palavras. O que uma pessoa enxerga como “minimalista”, outra pode enxergar como “vazio” ou mesmo “sem vida”.

E é aí que encontra-se o principal motivo para se criar um moodboard em um projeto de arquitetura e interiores. As representações visuais podem alinhar essas expectativas e eliminar as divergências de entendimento. 

Para evitar situações como a descrita acima, utilizar o recurso do moodboard logo no início das etapas do projeto, irá fazer com que você pare de perder tempo com pressuposições que no fim irão ser rejeitadas pelo cliente

Aqui, o velho ditado se encaixa perfeitamente: uma imagem vale mais que mil palavras. 

Elaborar um moodboard assertivo pode parecer intimidador à princípio, no entanto, é a etapa mais criativa e divertida do processo, tal qual montar um grande quebra-cabeça, onde cada peça representa uma parte importante do conjunto.

A importância do moodboard no marketing digital

O moodboard é a primeira visualização do que o cliente deseja. Através dele, é possível alimentar a atmosfera criativa e gerar projetos com significado, ou seja, proposta de valor. O moodboard deve exprimir que você soube escutar e entender o que o cliente falou. Antes mesmo de investir horas na elaboração de um projeto, ele será uma ótima forma de garantir que você está seguindo a direção correta.

Mesmo que você não goste, atualmente, o marketing digital é parte essencial da construção da sua marca. Sim, você é uma marca. O seu escritório de arquitetura é uma empresa que necessita, assim como todas as outras, de divulgação.

Mas, o que o moodboard tem a ver com marketing digital?

Moodboards podem ser usados como forma de compartilhar com o seu público o processo de criação de seus projetos. Eles são ótimas ferramentas visuais de engajamento que geram curiosidade aos clientes. Além de ser uma boa alternativa de conteúdo para quem está começando e ainda não possui fotos de projetos finalizados.

Tipos de Moodboard

Sabemos que os processos de criação são singulares e envolvem os mais diversos caminhos. 

Uma das grandes vantagens em criar moodboards é que não existe uma regra de como ele deve ser feito ou de como deve ser sua aparência. Isso confere uma liberdade criativa enorme para quem o elabora. Desta forma, existem vários tipos de moodboard, cada um com sua função.

Neste artigo, separamos 3 dos mais comuns tipos de moodboard utilizados:

1. Moodboard de Ambiente

moodboard de ambiente

2. Moodboard de Inspiração

O Moodboard de Inspiração é usado na fase inicial, de concepção do projeto, antes mesmo de definir quais itens serão usados, para ajudar a dar forma e direcionar o trabalho.

É um painel de inspiração, uma colagem de imagens que traduz visualmente a ideia do projeto, o estilo do cliente, a atmosfera que se deseja para o ambiente a ser decorado.

moodboard de inspiração

3. Moodboard de Revestimentos

Já o Moodboard de Revestimentos, ou texturas, é usado na fase de detalhamento do projeto para orientar a compra dos materiais de revestimento e para ajudar na visualização de como a composição ficará ao vê-la em conjunto.

É um painel que reúne amostras de piso, azulejo, tinta, papel de parede, acabamentos dos móveis como madeira e etc.

moodboard de revestimentos

7 dicas para criar um moodboard inspirador

Se você chegou até aqui, já entendeu a importância da elaboração de um moodboard e, por isso, separamos 7 dicas para que você possa criá-los de maneira inspiradora:

1. Busque inspiração

Bom, o primeiro passo pode parecer óbvio, mas é extremamente importante. Buscar inspirações deve estar sempre presente na rotina do arquiteto. Isso fará com que você se mantenha atualizado e com um olhar mais apurado; é o que chamamos de repertório visual.

Onde se inspirar? A inspiração pode vir de diversos meios. Desde o método mais antigo, por meio de revistas ou visitas às lojas, até o método mais atual, por meio da internet. As redes sociais se tornaram uma ótima fonte de referências, principalmente se tratando do Pinterest e Instagram.

2. Estruture sua ideia

A construção de um moodboard é um processo criativo, que pode sofrer mudanças ao longo da pesquisa. Por isso, é essencial estruturar a sua ideia desde o princípio.

“Escolha as imagens, elementos, objetos e materiais que melhor expressam a atmosfera do seu projeto. Para defini-los, avalie que emoções ou sensações eles são capazes de transmitir ao serem visualizados em conjunto.”

3. Estabeleça uma identidade visual

A identidade visual é responsável pela criação de uma unidade que entrega ao cliente a essência necessária para que elementos muito simples sejam associados a sua marca. Na maioria das vezes, a definição de uma paleta de cores e tipografia são responsáveis por ativar a memória e fazer o reconhecimento da marca surgir.

4. Defina a paletas de cores

Isso vale tanto para a sua identidade visual, como mencionado no tópico anterior, a fim de criar uma conexão entre a sua marca e o cliente, quanto para a definição de paleta de cores do próprio projeto.

5. Defina a tipografia

O moodboard é visual e composto por muitas imagens, mas não podemos esquecer da importância do texto dentro desse conjunto.

“A escrita também é visual e seus elementos devem ser pensados com inteligência. Não é a hora de escrever o texto do projeto, mas sim entender como todas aquelas palavras serão dispostas visualmente.”

6. Trabalhe com texturas

Além de utilizar imagens de referências, ambientes e itens decorativos, uma ótima tática que irá enriquecer ainda mais o seu moodboard é o uso de texturas. Elas podem estar presentes em amostras de tecido, texturas de parede, revestimentos...e devem exprimir uma sensação ao leitor. Esses são elementos responsáveis por oferecer uma visão mais palpável sobre o resultado final.

7. Não exagere, filtre!

“Os moodboards são como colagens e você pode adicionar tudo o que quiser, sem uma estrutura fixa. Mas, tenha em mente, que um bom painel de inspiração não traz excesso de elementos ou informações.”

Ferramentas úteis para elaboração de um moodboard

Hoje em dia, existem diversas ferramentas úteis para a elaboração de um moodboard. Elencamos algumas delas logo abaixo.

Vale lembrar que, não importa qual ferramenta tenha sido utilizada, é importante que o moodboard seja de fácil acesso e visualização a toda equipe envolvida no projeto, de forma que possa sempre ser consultado.

Vobi

Na Vobi, além de ferramentas de gestão, orçamento e tarefas, agora também é possível criar moodboards incríveis! E o melhor de tudo: você ainda consegue compartilhar tudo com o seu cliente de maneira online. Dá só uma olhada nesse vídeo:

Ferramenta de Moodboard Vobi

E se você ficou curioso, clique aqui e solicite seu convite!

Photoshop

Ferramenta tradicional de trabalho de designers, o Photoshop é um software que pode facilitar muito na hora de criar seu painel a partir de imagens da internet.

Canva

O Canva, também muito conhecido, é uma plataforma de design que permite a criação de todo tipo de conteúdo visual mesmo em sua versão gratuita.

Pinterest

O Pinterest é uma rede social voltada para o compartilhamento de diversos tipos de imagem, desde simples fotos até projetos mais elaborados, e pode ser uma excelente ferramenta de criação do moodboard.

Recursos físicos

Nem só de plataformas digitais vive o designer, também é possível criar seu moodboard nos bons e velhos quadros, lousas ou paredes. As colagens aqui fazem sucesso!

Curso de Criação de Moodboards da Vobi

Neste curso, iremos apresentar a nossa ferramenta, ensinando passo a passo como utilizá-la, além de mostrar os princípios da criação de um moodboard, sua importância na elaboração de um projeto, na divulgação do seu trabalho e como você pode utilizar essa ferramenta para alavancar ainda mais o seu negócio.

Você irá aprender:

✔️Como criar Moodboards incríveis e ainda economizar tempo no Projeto;

✔️️Ferramentas úteis para elaboração de um moodboard;

✔️Onde se inspirar e encontrar boas imagens para utilizar nas composições;

✔️Como utilizar a ferramenta de criação de Moodboards da Vobi;

Para participar é simples:

👉 Se você é usuário Vobi, basta acessar a Vobi Academy via o seu Dashboard da plataforma.

Ainda não é assinante?

👉 Solicite já o seu convite e tenha acesso ilimitado aos conteúdos da Vobi Academy!

___________________________________________________________________

Agora que você aprendeu tudo o que é necessário para elaboração de um moodboard, está esperando o quê? Comece agora mesmo a criar, compartilhe nas redes sociais e aproveite e marque a Vobi: @vobibr

Até a próxima,

Equipe Vobi


Referências:

www.designcomcafe.com.br

www.rockcontent.com

www.berneck.com.br

www.idealmarketing.com.br

www.vanessabucceri.com

www.toptal.com

www.medium.com

www.blog.sampleboard.com

Continuar lendo

Conteúdos VIP
Faça parte da lista de conteúdos VIP.
Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?