Guias Especiais

Manual de Planta humanizada: aprenda como fazer na prática!

Por Equipe Vobi
planta humanizada

A planta humanizada é uma ferramenta de planejamento que arquitetos, designers de interiores e agentes imobiliários utilizam quando desejam projetar ou vender uma casa ou propriedade. Ela auxilia o cliente a imaginar um espaço e como ele ficará quando o projeto for concluído.

Devido a sua grande importância dentro dos diversos processos que um projeto de arquitetura e interiores engloba, elaboramos este manual, onde você encontrará tudo o que precisa saber sobre planta humanizada, bem como diversas formas de como fazê-la utilizando diferentes softwares.

Aproveite a leitura!

O que é uma planta humanizada?

Trata-se de um desenho gráfico 2D que mostra o layout básico de um projeto em escala a partir de uma vista aérea. Ela visa mostrar, sobretudo, a relação entre os ambientes, sua circulação e como diferentes elementos podem compor um espaço ou mesmo apontar para quaisquer falhas potenciais no design, servindo, em última análise, como o ponto de partida antes da execução efetiva de um projeto.

Em suma, a planta humanizada é uma arte visual, que consiste na utilização da planta baixa de uma casa ou edifício e na criação de uma imagem que demonstre como ela será construída e habitada - todos os materiais utilizados, móveis, entre outros - a fim de simular como será cada ambiente.

Concerne a uma das principais ferramentas utilizadas por construtores, arquitetos e imobiliárias, para promoção e venda de apartamentos ou outros espaços. Seu principal objetivo é criar uma representação gráfica que agrade aos compradores, dando maior confiança aos seus clientes através de uma referência visual. Mostrar ao comprador uma visão de como será a casa, por meio da ilustração de móveis devidamente dispostos em cada cômodo do empreendimento, por exemplo, oferece ao cliente uma melhor ideia do espaço em si.

Qual a importância da planta humanizada?

Existem diversos motivos para se desenhar uma planta humanizada antes de iniciar um projeto de construção, e abaixo selecionamos quatro:

1. Transforma conceitos em formas tangíveis 

Plantas humanizadas são desenhos arquitetônicos que fornecem uma visão panorâmica das linhas de dimensões, medidas e relações espaciais entre objetos e acessórios. Elas fornecem ao construtor ou designer algo físico para observar e servem como o plano inicial para um projeto de arquitetura e interiores.

2. Torna o planejamento mais fácil de ajustar

Projetos com planta humanizada permitem que o cliente visualize as possibilidades dentro do espaço que ele tem. Se o design da suíte master na casa dos seus sonhos não vai funcionar, uma planta humanizada pode ajudá-lo a descobrir o problema no início do processo de design, permitindo que faça os ajustes necessários.

3. Economiza recursos 

A criação de uma planta humanizada comunica suas ideias de design com clareza e pode ajudar o arquiteto e o cliente a economizar tempo e dinheiro na compra de materiais ou na contratação de funcionários. Quanto mais detalhes forem incluídos nos planos, mais eficiente será o processo de construção.

4. Ajuda a estabelecer o quadro geral 

Se você é um agente imobiliário ou alguém que deseja comprar uma casa, uma planta humanizada pode ajudá-lo a imaginar um espaço potencial para o que ele é e o que pode se tornar.

O que uma planta humanizada deve incluir?

planta humanizada

Esteja você criando plantas de construção residencial ou apenas conceitualizando-as, os desenhos de uma planta humanizada devem incluir mais do que apenas o tamanho da sala. Eles normalmente apresentam:

  • Os planos de construção do imóvel, indicando a localização e a configuração dos cômodos e como eles irão se conectar. O layout da sala auxilia a ter uma ideia melhor do “fluxo” da casa, por exemplo;
  • Todos os layouts dos ambientes. As plantas humanizadas devem mostrar todos os layouts e áreas dos cômodos de um empreendimento;
  • A localização, altura e largura das portas, janelas e outras entradas, bem como a disposição dos móveis principais.

Sabendo desses pontos, o questionamento que permanece é: como fazer uma planta humanizada na prática?

É possível desenhar plantas 2D à mão ou usar um software de design 3D para mapear todas as características arquitetônicas. Abaixo separamos um guia para execução da planta humanizada nos três principais programas utilizados no setor de arquitetura e interiores.

Escolha aquele que mais se adeque ao seu perfil e rotina de trabalho e em seguida, clique nos links na parte inferior de cada descrição, caso deseje se aprofundar mais em cada tema.

Como fazer planta humanizada no Autocad

planta humanizada

É bem provável que você, arquiteto ou designer de interiores, tenha familiaridade com o software AutoCAD. No entanto, muitos profissionais o utilizam apenas como uma ferramenta de rigor técnico. 

De forma sintetizada, iremos mostrar a seguir - através de etapas simples - como utilizar esse programa como ferramenta para elaboração de uma planta humanizada no AutoCAD. Para começar, você precisará:

1. Abrir o template no Autocad

Abra o Autocad e inicie a criação do seu projeto, caso já o possua um projeto pronto, basta abrir o respectivo arquivo.

2. Configurar tipos de linha

Estipule a escala em que irá apresentar a planta humanizada e, em seguida, configure os tipos de linha no campo Layer como, por exemplo, as linhas para paredes, esquadrias, mobiliários, eletrodomésticos, hachuras, cotas, textos e vegetação/decoração.

Lembre-se: separar em layers cada grupo de itens irá auxiliar nas configurações finais do arquivo.

3. Inserir hachuras

Com o seu projeto devidamente desenhado, é hora de trabalhar com as hachuras. São elas que irão proporcionar a humanização às superfícies da sua planta baixa. Para editar as hachuras, basta digitar o comando H em seu teclado para abrir sua janela de edição e escolher o tipo desejado.

4. Adicionar cotas

Diferentemente de uma planta técnica, na planta humanizada as cotas aparecem sempre no interior do desenho, sem as linhas guias. Na aba de ferramentas em Annotative escolha uma das cotas existentes na escala em que você irá salvar ou imprimir a planta e em seguida vá até New para criar uma nova cota personalizada a partir desta. Nomeie a sua nova cota e clique em Continue. Em Lines, habilite todas as opções de Supress, em seguida vá em Text e escolha a opção de posição Above e selecione At Ext. line 2.

6. Editar textos

Para inserir um texto, clique na aba Home, depois em Text e selecione a opção Multiple Text. Agora, clique sobre a planta e escreva o nome do ambiente.

7. Configurar formato de impressão

Configure a escala do desenho na janela do layout e depois abra o painel de impressão dando o comando ctrl+P. Escolha em que formato você deseja salvar o arquivo e qual o tamanho da prancha. 

Após, configure o arquivo CTB, (é nele que você edita as configurações reais de apresentação da planta). Na aba Plot Style Table, selecione a opção acad.ctb, esse formato selecionado vem configurado para mostrar todas as cores de layers que você utilizou no arquivo Model.

8. Salvar o arquivo

Após concluir as configurações, salve o seu arquivo.

E se você deseja se aprofundar nesse tema e aprender detalhadamente as etapas citadas acima, confira o nosso artigo que fala especificamente sobre planta humanizada no Autocad clicando aqui.

Como fazer planta humanizada no SketchUp

planta humanizada

É possível também fazer sua planta humanizada no SketchUp através de um passo a passo de maneira descomplicada.

Por se tratar de um programa de modelagem 3D, essa opção pode ser ainda melhor em relação ao Autocad, visto que a mesma modelagem que você costuma fazer para gerar vistas é a que você irá utilizar para fazer a sua planta humanizada, proporcionando a otimização do seu trabalho.

Em resumo, as etapas que você deve seguir para alcançar o resultado esperado são:

1. Abrir um projeto no SketchUp

O primeiro passo é abrir o seu arquivo modelado ou fazê-lo no SketchUp, colocando todos os itens essenciais para apresentar em planta: esquadrias detalhadas, marcenaria, móveis soltos, decoração e etc.

2. Criar um plano de seção

Selecione a ferramenta de plano de seção e posicione sua maquete na horizontal. Arraste o plano para baixo a uma altura de aproximadamente 1,5m do chão. Habilite com um clique o último ícone da bandeja de seções que tem a função de preencher os espaços cortados de paredes e móveis.

3. Posicionar a imagem em planta

Acesse na barra de ferramentas a opção Câmera e selecione a opção de projeção paralela para colocar a imagem em isometria. Feito isso, clique no ícone de vista superior.

4. Salvar cena

Expanda a aba Cenas na bandeja padrão e clique em + para adicionar uma nova cena salvando essa configuração de imagem em planta.

5. Ajustar os parâmetros de configurações

Na bandeja de edição padrão, expanda a aba Estilos, selecione Editar e depois clique no primeiro ícone. Desabilite a opção Perfis, assim os contornos terão a suavização máxima possível. Ainda em Editar, na aba Estilos, selecione o terceiro ícone, na opção fundo, coloque a cor toda em branco e desabilite a opção céu. 

Por fim, clique no último ícone (Editar>Estilos), em Preenchimento de seção, escolha a cor de sua preferência. Na opção Largura de linha de seção aplique um número entre 2 e 4 para diferenciar dos objetos que não estão sendo cortados.

6. Inserir cena para o LayOut

Abra o Layout e na barra de ferramentas em Arquivos e selecione a opção Inserir. Procure pelo seu arquivo de SketchUp salvo no passo anterior. Expanda a aba Modelo do SketchUp, na opção Cena procure o nome com o qual você salvou a visualização e selecione. 

Defina a escala na opção Câmera com a Ortg. habilitada. Depois disso habilite a opção Preservar a escala ao redimensionar, isso fará com que ao mexer no contorno da imagem na prancha não altere a escala. 

7. Inserir cotas de dimensão

Selecione o ícone de dimensões na barra de ferramentas superior para habilitar na bandeja padrão os recursos para sua configuração. Desenhe uma cota clicando de um ponto a outro. Clique sobre a cota desenhada para editar, na aba Estilo da dimensão, você consegue posicionar o número da cota, habilitar ou desabilitar a informação sobre centímetro, metro etc. que  acompanha o número. 

8. Salvar o arquivo

Por fim, salve o seu arquivo no formato de apresentação que preferir. 

Para aprender o passo a passo detalhado na íntegra, te convidamos a conferir o nosso artigo completo sobre planta humanizada no SketchUp clicando aqui.

Como fazer planta humanizada no Revit

planta humanizada

Por último, mas não menos importante, temos o Revit. Por se tratar de um software BIM, essa talvez seja a alternativa mais complexa dentre as três. No entanto, se você domina essa interface, ou é do tipo iniciante curioso, com certeza esse programa irá otimizar o seu trabalho, visto a sua possibilidade de integrar várias etapas de um projeto.

Simplificadamente, aqui está a jornada que você deve seguir para elaborar uma planta humanizada no Revit:

1. Abrir um projeto no Revit

Abra um arquivo no Revit, em que deseja transformar em planta humanizada, ou o desenhe antes de começar. 

2. Configurações iniciais

Na aba lateral - navegador do projeto, expanda a aba Vistas e depois a aba planta de piso, por fim, escolha o nível que deseja transformar. Vá até os ícones que estão na parte inferior da janela do programa e selecione o ícone Estilo Visual, dentro dele escolha a opção Realista. No ícone Nível de detalhe, selecione a opção de detalhe alto.  

Em opções de exibição de gráficos, habilite para o estilo realista a opção de mostrar aresta e suavizar linhas. Em Sombras, habilite mostrar sombra do ambiente para um leve sombreado sobre as superfícies.

3. Crie materiais

Clique no ícone de criar e crie um novo material, dê nome ao seu material na aba Identidade, em seguida, na aba gráficos, em Sombreamento, coloque uma cor que aparecerá quando o projeto estiver na representação sombreada e, em padrão de superfície na aba primeiro plano na opção Padrão, escolha uma hachura para representação. 

Agora, para inserir uma imagem de textura vá na aba Aparência, em Genérico carregue a imagem de textura salva no computador. Clique sobre a imagem carregada para editar as dimensões da textura, a posição e parâmetro de repetição. Clique em Ok e seu material está gerado. O procedimento para criar qualquer material é esse. 

4. Editar paredes

Vá em Editar tipo, clique em Duplicar para criar uma nova parede, depois clique em Editar. Nessa nova aba de Editar Montagem, vá em inserir e adicione uma camada de substrato acima e uma abaixo da camada de estrutura, controlando essa posição clicando em Acima /Abaixo. Em seguida, vá na aba Aparência e coloque uma cor escura para a representação. Com isso feito, é só dar Ok e a configuração já aparecerá nas representações.

5. Inserir elementos de famílias Revit 

Para arquivos no formato .rvt é possível inserir utilizando o comando ctrl +C, ctrl +V. Já para os arquivos no formato .rfa, insira a família indo até a barra de ferramentas em Inserir e depois em carregar família. Feito isso, vá em Arquitetura, depois em Componente e em inserir componente, na aba lateral aparecerão todos os carregamentos e é só escolher o desejado.

6. Inserir cotas internas

Dê o comando das letras di no teclado, escolha o modelo de cota linear, depois vá em editar tipo e abra a janela de propriedades do tipo. Em seguida, em tipo de sequência de cota, selecione a opção ordenada, em controle de linha de chamada escolha a opção fixo para a linha de cota e em comprimento de linha de chamada coloque 1.000mm para a linha de chamada ficar invisível.

Na opção de texto, edite o tamanho, escolha a convenção de leitura que preferir, a fonte e depois em texto do plano de fundo selecione a opção transparente. Por fim, na aba unidades primárias em formato das unidades escolha a unidade desejada e quantas casas decimais deseja mostrar.  

Feito isso, vá em configurações de cota ordenada e clique em editar. Escolha a posição e orientação do texto de cota.  Selecione tanto para visibilidade da origem e estilo de linha de cota a opção nenhum para ocultar as linhas guias da cota e dê ok em todas as abas.

7. Inserir texto 

Na barra de ferramentas superior na opção Anotar, clique no ícone do texto, em seguida na opção de texto sem a chamada de detalhe

8. Formatação de apresentação 

Vá no navegador do projeto, na opção folha insira nova folha e escolha o tamanho. Depois selecione a representação que você trabalhou, arraste para cima da folha e clique para soltar.  Com a planta inserida selecionada, vá à barra de ferramentas laterais e edite a escala da apresentação.

Clique no ícone da impressora, selecione a impressora ou app de arquivo PDF. Depois abra o campo propriedades, em Geral escolha no campo Cor a opção cor para que seja impresso ou salvo colorido, depois na aba Layout escolha a orientação e formato da página de impressão, dê um Ok.

#Dica: Por se tratar de um passo a passo mais complexo, recomendamos que leiam o nosso artigo completo sobre planta humanizada no Revit clicando aqui.

Onde encontrar Blocos humanizados?

Sabemos que uma das etapas que impactam na qualidade de entrega de uma planta humanizada são os blocos humanizados. Atualmente, existem diversos sites que oferecem uma grande biblioteca de blocos disponíveis para download. Mas, pensando em otimizar o seu tempo, aqui na Vobi, nós disponibilizamos um material totalmente gratuito com Blocos Humanizados para Autocad e Corel Draw.

Para adquirir basta clicar aqui, ou preencher o formulário que aparece na lateral da sua tela.

planta humanizada - blocos humanizados


Gostou? Compartilhe!

Faça o download gratuito de Blocos Humanizados para AutoCad e Corel Draw!

Continue Lendo

Conteúdos VIP
Faça parte da lista de conteúdos VIP.
Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?