marketing digital
Marketing
May 19, 2021

Plano de marketing digital: por que você precisa de um?

Os escritórios de arquitetura precisam oferecer o serviço de profissionais especializados como também vender projetos, isto significa, que o foco principal é a venda. Para isso, é necessário que os profissionais invistam em marketing e tenham um plano de marketing digital estruturado. Dado que, a partir desse planejamento é feito a estratégia de comercialização dos seus produtos e serviços. 

As estratégias em marketing digital geram retornos mais significativos comparados ao marketing tradicional - são econômicas e atingem um público amplo. Além do mais, o marketing digital é capaz de ajudar profissionais a perceberem o seu valor e as oportunidades de crescimento. 

Muitos profissionais não documentam as ações e estratégias e isso é um erro. É preciso um passo a passo claro para atingir as metas do seu negócio. 

Acompanhe os próximos tópicos e entenda um pouco mais sobre a importância de ter um planejamento de marketing digital:

Aproveite a leitura!

Afinal, o que é um plano de marketing digital?

Um plano de marketing digital é a estruturação, em um documento, dos objetivos, do planejamento de estratégias e de ações de marketing. Nele é necessário justificar o motivo de tais estratégias e como conseguir alcançar os objetivos que foram definidos, bem como definir o que se quer conquistar, a quem a comunicação deve se dirigir e como as ações serão efetuadas. 

Separamos alguns pontos importantes na hora de desenvolver um plano de marketing digital:

1. Diagnóstico 

Na fase de pesquisa, é importante obter o máximo de informações possíveis sobre o seu desempenho atingido nos últimos meses. Leve em consideração o que você é atualmente, o que faz e a razão de ser. Avalie os resultados positivos e negativos da sua marca. Responda a pergunta: o que pode ser mudado?

Entenda a situação do mercado atual e as soluções que a concorrência produz, para assim, melhorar os seus produtos e serviços e beneficiar-se de quaisquer oportunidades identificadas.

Conheça em detalhes o seu público-alvo para ser assertivo na linguagem e criação de conteúdo a ser produzido. 

Em relação ao ambiente online, identifique em quais plataformas você está tendo presença e quais estão dando retorno. Algumas mídias sociais, como Instagram e Facebook, já divulgam seus próprios dados analíticos que podem ser úteis nessa fase. Sites como SEMrush e Sistrix também disponibilizam essas análises. 

Entender o que foi feito até o momento em detalhes, permitirá a definição dos objetivos a serem alcançados por meio do plano de marketing, bem como, a clareza do orçamento destinado para execução. 

Os objetivos do marketing digital são aqueles que irão corroborar para que os objetivos do negócio sejam alcançados. Por exemplo: seu objetivo do marketing digital é obter mais leads através da presença online, pois o seu objetivo comercial consiste em aumentar o volume de projetos de interiores. 

Depois do objetivo definido, o próximo passo, então, é definir as estratégias e táticas para atingi-lo. Um exemplo de estratégia pode ser o reconhecimento de marca no Instagram e um exemplo de tática é a criação de uma postagem por dia no feed e a promoção de anúncios. 

2. Planejamento 

Na fase de planejamento, é hora de alinhar orçamentos e prazos. Também é nesse momento a definição do tom de voz, ou seja, a personalidade que será expressado através dos canais digitais. 

Ela deve ser igual em todas as mídias sociais, nos e-mails, como também, na interação com os clientes. A consultora Camila Renaux define tom de voz como: 

“O Tom de Voz é justamente a transposição adaptada do jeito de uma marca se comunicar a partir de quem é, na vida real, para sua comunicação, inclusive a Digital – na qual os diálogos e o relacionamento são potencializados e se tornam muito mais marcantes e presentes.”
marketing digital

A partir disso, é hora de configurar os perfis nas redes sociais, planejar quais as tarefas, quais são as pessoas que irão ficar responsáveis e quais ferramentas serão necessárias para execução. 

Na fase de planejamento, também é necessário a definição de como será feito o monitoramento de resultados após a execução das ações. 

A preparação de modelos de relatórios Dashboard é imprescindível para acompanhar as métricas. Esses relatórios consistem em substituir várias planilhas pela centralização de dados através de imagens e gráficos. 

Através de um Dashboard, é fácil obter em um só lugar, resultados simplificados sobre campanhas do Instagram, Facebook, Youtube, Google Ads, SEO, entre outros. Algumas plataformas de análise disponibilizam o modelo como o Google Data Studio, DashGoo e Keep.i. 

marketing digital
Fonte: Keep.i

3. Mensuração de dados 

Como visto antes, é preciso planejar relatórios sobre as campanhas, mas você entende o porquê? 

A análise serve para identificar qual canal e/ou ações específicas estão gerando melhores resultados para as vendas. Ou seja, serve de norte para melhoria e assertividade das ações. 

Existem muitas métricas que podem ser analisadas, as mais utilizadas são:

✅ Número de visitantes

✅ Número de leads

✅ Impressões 

✅ Número de cliques 

✅ Número de conversões 

✅ Taxa de abertura (e-mail marketing)

✅ Taxa de clique (e-mail marketing)

Do que é composto um plano de marketing digital

Conheça algumas das estratégias que comunicam mensagens de diferentes formas:

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo tem a finalidade de atrair clientes, educá-los e conquistar leads através de informações interessantes. Ele é capaz de aumentar o público-alvo, desenvolver uma relação de fidelidade e conquistar clientes antigos. 

Esse tipo de marketing pode ser feito através de postagens em blog, boletins informativos, guias de instruções, webinares, entre outros.  

E-mail marketing 

Através de e-mail marketing é possível enviar conteúdos criativos para o público-alvo. Há plataformas online que oferecem o serviço para que você desenvolva campanhas de forma facilitada, sem necessidade de conhecimentos técnicos em codificação.

Conheça o MailChimp, a plataforma que automatiza o seu e-mail marketing: 

Anúncios

Os anúncios online podem ajudar a aumentar o tráfego para sua página e você pode acompanhar como os esforços estão sendo eficazes. Conheça alguns deles:

  • Links patrocinados: também conhecidos como pay-per-click, existem vários tipos de links patrocinados, entretanto, um dos mais conhecidos desse tipo de anúncio é aquele link que aparece em primeiro lugar na página de resultados do Google ou em outros mecanismos de busca. 

A cada clique dado no anúncio, um valor é descontado. Entretanto, deve-se ter atenção sobre o investimento feito nessa modalidade. Ainda que seja uma estratégia mais benéfica, a atenção sobre os relatórios precisam ser constantes para, se for preciso, mudar os planos, caso seja necessário sem demais prejuízos. 

  • Redes sociais: Criar anúncios pagos nas redes sociais é bastante fácil e importante para chamar atenção dos espectadores mais qualificados e com grandes chances de conversão. 

Nessa modalidade, é só criar o orçamento da campanha e o valor é descontado por usuário alcançado. 

As plataformas mais conhecidas para esse tipo de anúncio são o Facebook Ads e o Instagram Ads. 

SEO - Otimização para motores de busca 

marketing digital

O SEO é uma técnica focada em proporcionar uma ótima experiência de navegação para o usuário, solucionando o que ele está buscando, através da relevância do conteúdo na página do Google como também no próprio website. Há uma série de questões que consiste a técnica de otimização, conheça um pouco mais: 

5 Razões para ter um plano de marketing digital 

1. Alcance do seu público-alvo e personalização

Através dos algoritmos, o marketing digital tende a atingir as pessoas certas, aquelas que estão procurando os serviços, diferentemente do tradicional, que é visto por poucos em outdoors, comerciais de tv, etc.  

No digital, é possível segmentar os clientes por dados demográficos, de localização e até por leads mais qualificados. Através dessa identificação do público, é possível oferecer ofertas e anúncios específicos.

Com essa personalização, o cliente se envolve com sua marca, aumentando a confiança e a fidelização. 

2. Reconhecimento de marca 

Quanto maior engajamento e posicionamento de conteúdo nos canais digitais, maior reconhecimento no mercado. 

Com a vantagem da mensuração de dados, é possível saber exatamente o quanto de pessoas foram alcançadas com as campanhas. 

Além de clientes fiéis, o reconhecimento é a garantia de mais recomendações e ampliação na carteira de clientes. 

Os feedbacks são excelentes para mostrar que sua empresa é confiável. As avaliações ajudam a criar uma reputação positiva. 

3. Economia e assertividade

Os anúncios feitos em plataformas digitais possuem preços mais acessíveis do que nos canais tradicionais. Assim, o retorno do investimento é maior. 

Apostar nos anúncios do Instagram e Facebook é um bom investimento, mas não se esqueça que há outras formas de divulgação como:

  • Sites: Local para o seu portfólio de projetos e a apresentação da sua marca. Podem ter recursos como blogs que são utilizados para produzir conteúdos educativos para seus clientes. 

A Vobi conta com a ferramenta Meu Site, para você, arquiteto, desenvolver um site completo, de forma descomplicada e rápida. Contando também, com uma variedade de recursos poderosos que o ajuda a ser encontrado online por meio de pesquisa. Nossos modelos são otimizados para SEO tornando mais fácil para o seu público ver o trabalho que você faz.

  • E-mail marketing: você pode programar e-mails para uma lista de contatos e estabelecer um relacionamento por esse canal, sendo essa uma forte estratégia visto que, mais da metade da população do mundo possui um endereço de e-mail.

Caso elas não utilizem as redes sociais, possivelmente tem um e-mail e certamente irão recebê-lo - diferentemente das redes sociais, onde existe um alcance determinado pelo algoritmo e nem todas as publicações chegam aos usuários. 

Além do mais, no marketing tradicional fica difícil acompanhar métricas. No marketing digital, é possível analisar os visitantes do site, os cliques em mídias sociais, as taxas de abertura de e-mail, entre outros. 

Como citado antes, é possível então, analisar quais campanhas estão funcionando e focar mais esforços. 

4. Manter-se criativo

marketing digital

Cada canal possui sua particularidade e, por isso, deve-se criar conteúdos diferentes para envolver o público-alvo. Utilizar-se de vários recursos pode mantê-lo criativo. 

Pensar em vídeos, fotos, guias, e-books que atraiam clientes o deixarão ativo e empolgado. 

5. Maior flexibilidade

Criando um plano de marketing digital por períodos, é possível entender quais pontos deverão ser alterados e cortados para adaptar-se ao contexto. 

As campanhas voltadas para o marketing digital não são tão definitivas quanto às tradicionais. Altere-as quantas vezes for necessário. 

6. Ter um cronograma 

Distribua as ações em um calendário e considere datas ou períodos importantes para o seu negócio. O cronograma ajuda a definir as prioridades e controlar melhor as campanhas. Além do mais, garante que nenhum aspecto importante passe em branco, contribuindo assim, para uma melhor organização de sua equipe. 

marketing digital

A Vobi pode ajudar a crescer o seu escritório de arquitetura: Somos uma plataforma SaaS com tudo o que é necessário para atrair e converter mais clientes, ou seja, um ecossistema completo capaz de reunir todas as ferramentas que você precisa, em um só lugar. 

Te ajudamos a ampliar seus conhecimentos através da educação. Tenha acesso a diversos tipos de conteúdos como: marketing, vendas, mercado e gestão, criados com objetivo de te capacitar ainda mais.

Leia também sobre: 

Até a próxima,

Equipe Vobi

Referências:

www.iebschool.com

www.resultadosdigitais.com.br

www.affiliategrandslam.com

www.sendpulse.com

www.uaiz.opopular.com.br

www.houzz.com

www.rockcontent.com

Continuar lendo

Conteúdos VIP
Faça parte da lista de conteúdos VIP.
Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?