Wabi Sabi, a beleza na imperfeição

Já ouviu falar sobre Wabi Sabi? Aprenda mais sobre essa técnica ao longo deste artigo e saiba como aplicá-la aos projetos de arquitetura e interiores.

Aproveite a leitura!

O que é Wabi Sabi?

Essa é a essência da ideologia japonesa Wabi Sabi: enxergar a beleza na imperfeição. Com origem no Zen Budismo, trata-se de uma filosofia que ensina a valorizar as coisas imperfeitas, inconstantes e incompletas. Por ser uma expressão exclusivamente japonesa, esse termo não possui uma tradução precisa em nenhum outro idioma. No entanto, é possível entender seu significado em um contexto onde a palavra Wabi representa rusticidade e simplicidade, e Sabi, a beleza e o desgaste da do tempo.

Esse conceito está diretamente conectado ao slow living, visto que ambos anseiam pela conexão com a natureza, seguindo os mandamentos de que nada dura, nada é completo e nada é perfeito. É sobre o processo, não o produto final, é sobre a jornada e não apenas o objetivo. Trazendo isso ao âmbito de projetos: é sobre desfrutar o processo de decoração e construí-lo aos poucos.

As casas não devem ser perfeitas, elas devem ser vividas.

Na arquitetura e interiores, esse conceito é representado através de espaços aconchegantes, porém minimalistas. Refere-se ao uso de materiais artesanais, feitos à mão, formas naturais e orgânicas, com ênfase em objetos especiais, como por exemplo, peças vintage que possuam algum significado emocional.

wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Leibal
quarto rustico
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Tres Chic
cozinha rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest - Remodelista
sala rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest
cozinha wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - About decoration
sala jantar rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest - Studio Lab Decor
sala wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Behance
quarto wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Closet to Curtains
sala jantar rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest - Turbulences Déco

A beleza na imperfeição

O Wabi Sabi está naquela mesa de madeira não muito bem acabada, na poltrona com o tecido já esgarçado, na tábua de carne cheia de marcas e riscos ou mesmo naquele vaso trincado e remendado. Está nos objetos que carregam consigo as marcas do tempo e que portanto, contam uma história.
sala rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Vogue
cozinha rustica
Fonte: Divulgação/Pinterest - Casa Vogue
wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Vosges Paris
quarto rustico
Fonte: Divulgação/Pinterest - Bugre Moda
wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Architectural Digest
wabi sabi
Fonte: Divulgação/Pinterest

Filosofia Kintsugi

Os japoneses possuem a cultura de ao reparar um objeto quebrado, enaltecer a área danificada preenchendo as fissuras com ouro ou prata. Para eles, quando algo sofre um dano e tem uma história, torna-se mais bonito. Essa arte tradicional de reparação da cerâmica quebrada é conhecida como Kintsugi – o resultado é que as cerâmicas não são apenas reparadas, mas tornam-se ainda mais fortes do que eram originalmente.

Wabi sabi é ver beleza onde pessoas menos criativas enxergam defeitos.
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Etsy
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest - Clem Around The Corner
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest - BySusann
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest
Kintsugi
Fonte: Divulgação/Pinterest

Moodboards Vobi

 

Gostou? Siga-nos nas nossas redes sociais e não perca nosso conteúdo semanal.



Até a próxima,

Equipe Vobi 

Continuar lendo

Conteúdos VIP

Faça parte da lista de conteúdos VIP.

Receba semanalmente conteúdos selecionados pela a nossa equipe.
Sem spam!

Seu escritório de arquitetura e design ainda não é digital?